Solidão

solidao.jpg

Acordo cedo como se tivesse que sair. Traço planos para um passeio e depois apercebo-me que a única companhia que me resta é a solidão.

Fecho os olhos e relembro os muitos momentos em que me considerava feliz.

Enquanto a vida não me abriu os olhos, achava que tinha muitos amigos, que todos aqueles que me sorriam gostavam de mim…

Hoje sou prisioneira da minha solidão inexplicável. Normalmente rodeada de pessoas, são poucas as que me transmitem confiança, paz de espírito e amizade verdadeira.

Os anos passaram e não fiz nada para tornar a minha velhice mais agradável. Esqueci-me que poderia ter constituído uma família. Esqueci-me que um dos muitos amantes que tive poderia ter sido um bom pai. Esqueci-me que a minha mãe envelheceria e que a família não quer perder tempo com uma idosa rabugenta…

Esqueci-me que o gosto da solidão poderia ser amargo.

Anúncios

~ por kkiara em Abril 15, 2007.

Uma resposta to “Solidão”

  1. adorei o texto!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: